Sedona, Cenário de Filmes de Bang-bang

Sedona fica no norte do Arizona e aparece em 90% dos filmes do velho oeste. A gente se sente meio John Wayne.
A cidade é rica em cristais, razão pela qual é considerada mística, mágica...
Existe todo um clima místico-religioso, muito interessante, nesta região.

Saindo de Los Angeles as 18h de trem, chega-se em Flagstaf  às 5 da manhã. De lá se pode pegar uma van para Sedona,  para o Grand Canyon, ou para Williams, onde tem uma maria fumaça, bem antiga, que faz um passeio pelo Grand Canyon.
Sedona, no Arizona
Me senti o próprio pica pau quando vi esse índio de madeira d foto acima...rsrsrs
Veja o sanduíche da foto, parecem dois sanduíches, mas é um só, que eles servem cortado ao meio.
Pra ter uma ideia do tamanho, isso embaixo dele é uma tábua de cortar carne, dessas do tamanho de uma folha A4 mais ou menos.

Sedona fica a  4.500 pés de altitude, e é meio uma marca da cidade a cor rosa, por causa do tom meio rosado das pedras. Então é jipe rosa, porco rosa, cristal rosa....tudo rosa :)
A cor meio rosada na verdade tem 6 cores de pedra, 6 camadas de cores de pedra diferente, que a erosão e o tempo esculpiram.

A cidade é minúscula, mas há muito pra se ver... desde museu de fotografia do cinema, artesanato, pedras preciosas e semipreciosas para todos os lados. Em Sedona foi filmado "Billy the Kid" e mais um tanto de outros filmes de faroeste.
Existem também petroglifos, desenhos de seres mitológicos e observações astronômicas.
Pouca gente é da cidade mesmo, a maioria que se vê é turista.
As pessoas em geral são simpáticas e prestativas, já na van fizemos amizade com uma senhora que mora numa cidade próxima, e passamos o passeio todo juntos - mas eu só comecei a entender a pronúncia dela na parte da tarde.
O sotaque do Arizona é bem diferente do da Califórnia.
As pessoas que moram lá, se vestem e falam de modo bem diferente, bonitinho, meio cantado...lembra um pouco a família Buscapé.
Na grande maioria os habitantes locais vivem do turismo, com passeios, lojas e restaurantes. Alguns vieram de fora por causa dos cristais e ficaram, dizem que a energia do lugar mudou a sua vida. Existe inclusive um tipo de religião que tem a ver com a energia dos cristais.
Montanhas, canyons e cristais. Sedona é mágica.
Nós optamos por dormir no trem na ida e na volta. É um pouco cansativo, mas assim ganhamos um dia pra passear em Los Angeles.
Existem passeios de bondinho, de jipe, trilhas e rafting, além de passeio de helicóptero, rapel em cachoeira e exploração de cavernas.

Comentários

Anônimo disse…
Há rumores de que existe em Sedona uma base militar que realiza engenharia reversa en OVNIs capturados desde 1945.