02/10/2015

Atravessando os Estados Unidos de Trem

Minha primeira grande viagem internacional foi feita viajando de trem pelos Estados Unidos, da costa leste à costa oeste, de New York à São Francisco e Los Angeles e narro aqui para quem se aventurar a fazer.
Obviamente com exceção do trajeto de avião de ida para Nova York e de volta saindo de Los Angeles e chegando ao Rio de Janeiro.
Foi uma uma viagem inesquecível, onde vi cenários incríveis, desde os mais interessantes cenários urbanos das metrópoles e cidades menores, como também cenários campestres e de plantações, assim como vales de rios famosos e desfiladeiros de montanhas rochosas. Recomendo a todos que tem tempo e espírito de aventura.

Como é atravessar os EUA de trem


Os trens dos Estados Unidos, da Amtrak, uma companhia estatal são super confortáveis com ótimos serviços. Entretanto são lentos para os padrões dos trens de alta velocidade da Europa. É preciso ter razões especiais para viajar de trem nos EUA.
Quando fiz esta viagem eu estava ainda na faixa etária entre 20 e 30 anos, e portanto com mais disposição para encarar qualquer aventura e percursos de longa distância.
Hoje em dia, esta viagem seria impraticável para mim, pois já virei os 50 anos e já matei a curiosidade das aventuras de andar de trem pelos EUA.
Mas para quem é jovem, ou mesmo que tenha idade, o conforto e preço das passagens de trem podem compensar o grande tempo perdido dentro dos vagões. As viagens que atravessam a noite podem ser usadas estrategicamente para economizar noites em hotel, isto é, se você tiver espírito de aventura e tempo disponível.
Quando fiz esta viagem, meu objetivo não era apenas ver "cartões postais", mas sim conhecer o pais como ele é. Ao viajar de trem, temos contato com os cidadãos comuns tanto nos vagões como nas estações. É uma aventura também cultural. Se você viaja de avião, vê apenas os aeroportos e cidades do seu plano ou roteiro principal, e não vê um pais como ele é, sua cultura, as pessoas e as paisagens.
Alguns trens que fazem percursos em rotas com grandes cenários naturais possuem inclusive vagões do tipo "longe" ou salão de estar com teto de vidro para que seja possível contemplar os belos desfiladeiros dos canyons da montanhas rochosas, entre Denver e Salt Lake City.

Comprar um passe da Amtrak é fundamental para fazer este roteiro


Sugiro que, se pensar em viajar de trem pelos EUA, compre um passe da Amtrak, a companhia estatal dos EUA que possuem uma extensa malha ferroviária por todo o pais. Existem passes regionais como passes que abrangem todo o pais. Com o tempo as tarifas e tipos de passes mudam, então melhor é verificar isto no site da companhia. Visitar o site da Amtrak. Hoje você pode ver isto pela internet. Na época em que fiz esta viagem a internet ainda não havia decolado, e portanto eu havia pegado uma revista da Amtrak em uma agência de viagem.

Roteiro | da Costa Leste Oceano Atlântico (New York) à Costa Oeste Oceano Pacífico São Francisco e Los Angeles.


Existem inúmeras opções de roteiros. Meu roteiro foi planejado por mim mesmo e você pode ver o trajeto com as principais cidades no mapa abaixo.
Roteiro - Travessia dos EUA de trem
Roteiro - Travessia dos EUA de trem
Na época que fiz a viagem ainda não estava casado, e fiz juntamente com meu irmão, que tem mais ou menos minha idade. Ambos jovens e com disposição para encarar uma série de longas jornadas de trem, mas que seriam viagens culturalmente interessantes. Tínhamos mais espírito de aventura do que excesso de planejamento.

De Nova York à Chicago


A viagem começou saindo do Rio de Janeiro de avião até Nova York. O único hotel que havíamos reservado com antecedência foi em Nova York, no Theater District, próximo ao Times Square. Era o Mildford Plazza que se não me engano mudou de nome e passou a se chamar NY Row ou coisa assim.
Ficamos alguns dias em Nova York conhecendo a cidade e depois pegamos um trem noturno para Chicago, capital de Illinois. Porque Chicago? É uma grande metrópole do Meio-Oeste dos EUA, berço dos grandes arranha céus do século 20, possuindo inúmeras obras arquitetônicas para visitar e o cenário da cidade como um todo. Em 1992 o Edifício Sears Tower (atualmente Willis Tower) era ainda o mais alto edifício do mundo e dos EUA. Do mirante daquela torre, tem-se uma vista esplêndida de Chicago, cidade esta às margens do Lago Michigan. Ao chegar em Chicago, de cara ficamos conhecendo a Estação Ferroviária com sua escadaria que ficou famosa em cena de tiroteio no filme os Intocáveis. Na mesma Chicago, em uma fria noite de inverno, também visitamos o bar de blues do Buddy Guy. É difícil encontrar uma data em que o próprio Buddy Guy está tocando, mas assisti dois show muito bons em uma mesma noite.

A bordo do California Zephyr | Longo caminho para o oeste, de Chicago para São Francisco


No trecho de Chicago para Denver é Salt Lake City seria onde veríamos os fantásticos desfiladeiros da Região das Montanhas Rochosas com o Rio Colorado passando entre os penhascos. Cenários inesquecíveis. Mas devo dizer que a viagem de Chicago começou quando pegamos o trem no fim da tarde ou início da noite se bem me lembro. Somente ao se aproximar de Denver começamos a ver os belos cenários.
Canyons enormes ao longo Colorado
Canyons enormes ao longo Colorado
Esta rota que vai de Chicago à São Francisco, é feita pelo trem cujo nome é California Zephyr Train, com vagões lounge bar panorâmicos.
A viagem foi feita no inverno, e o trem atrasou longas horas em Denver no Colorado e Salt Lake City devido às nevadas.
Parada em Denver, no Colorado
Parada em Denver, no Colorado
Após passar pelas Rocky Mountains ou Montanhas Rochosas, seguimos então para o Oeste passando por Nevada, uma paisagem monótona e cansativa, pouco habitada, onde somente se veem moitas em planícies quase desertas. O trem passou por Reno, uma espécie de mini Las Vegas no Norte de Nevada.
Cenas de Nevada e neve rumo à California
Cenas de Nevada e neve rumo à California
Quando se entra no norte da Califórnia, em direção à San Francisco o cenário se modifica. São belas paisagens de montanhas de pinheiros. Existia muita neve, pois naquele ano ocorreu uma das maiores nevascas das historia. Em alguns trechos, víamos casas com mais de 1 metro de neve sobre os telhados.
Ao chegar na cidade de São Francisco tudo mudou. Menos frio, nada de precisar do sobretudo que usei em New York e Chicago. Apenas um agasalho espesso, mas ainda assim necessário cachecol nas horas mais frias. San Francisco é linda, e tive a oportunidade de voltar lá por mais duas vezes, inclusive em Outubro de 2015.

De São Francisco para Los Angeles


Depois descemos para   Los Angeles saindo de São Francisco. Pretendíamos pegar o trem cuja rota segue em grande parte o litoral com cenas muito bonitas. Seria o Coast Starlight Train também da Amtrak, que desce de Seattle, estado de Washington na costa Oeste (Não confundir com Washington capital na costa leste), passando pelo estado do Oregon e pela Califórnia descendo até Los Angeles.
Mas devido ao mau tempo, este trem teve embarque cancelado devido à atrasos em função de uma nevasca mais ao norte da Califórnia. Então viemos por uma outra linha também da Amtrak, que desce pelas partes interiores da Califórnia. A viagem também foi bacana, afinal íamos vendo a "vida como ela é" e não o que existe apenas dentro da redoma turística.
A viagem foi um pouco longa e cansativa, mas o espírito de aventura compensava tudo ! O desembarque em L.A ou Los Angeles é na Union Station, bela estação de arquitetura hispânica que aparece em inúmeros filmes de Hollywood. Fica perto do que resta do centro histórico de Los Angeles. Como dica, para se hospedar em Los Angeles, barato é em Downtown. Mas em minha opinião, se não estiver com o dinheiro muito contado, o melhor local é em Santa Mônica.
Ao visitar Los Angeles no inverno, pudemos entender por que a indústria do cinema se instalou por lá, em Hollywood. Lá não neva, a temperatura é amena, e pode-se ver até pessoas indo à praia ou andando de bicicleta nas melhores horas do dia quando ainda faz neve em outros locais. Em L.A. pode-se filmar o ano todo, bastando luz natural que era necessária nos primórdios do cinema, e os funcionários e atores não são impedidos de ir aos estúdios por causa de nevascas.

De Los Angeles ao Grand Canyon e depois voo de volta ao Brasil


Após conhecer as principais atrações de L.A, fizemos um bate-volta ou passeio de um dia ao Grande Canyon. Pode parecer loucura, mas é possível. Você pega um trem que sai de noite, dorme no trem, e chega muito cedo em Flagstaff no Arizona, cidade mais próxima do Parque Nacional do Grande Canyon. E volta de noite no mesmo dia, também pegando o trem a noite e chegando em Los Angeles no outro dia cedo. A rua principal de Flagstaff é famosa Rota 66, e perto de Flagstaff, existe também Sedona, outro local muito interessante. Mas para visitar também Sedona, então é preciso mais de um dia por lá. Eu somente visitei Sedona em 2013, quando retornei a Flagstaff pela segunda vez.
Depois fiquei mais um dia em L.A. e retornei ao Brasil de avião.

Melhor época para fazer a viagem e este roteiro aos EUA.


Quando fiz esta viagem ainda na casa dos 20 anos, eu e meu irmão fizemos no inverno. Nascidos em Minas Gerais e depois moradores do Rio de Janeiro, jamais havíamos visto neve e nem experimentado como seria viver no inverno no hemisfério norte ou em meio à neve. Juntando a curiosidade com a economia, já que no inverno preços tendem a ser mais baratos em alguns locais (creio que não em Nova York), optamos por está época do ano. E não me arrependo, pois foi uma maravilhosa experiência.
Então, para quem é novo e não conhece o inverno com neve, pode ser uma ótima experiência ou pelo menos diferente.
Para quem já conhece a neve, sugiro fazer viagens aos EUA na primavera ou outono de lá, por ter temperaturas mais amenas, nem muito quentes e nem muito frias.
O verão também pode ser uma boa opção para quem gosta de calor. Lembrem-se, dependendo do local pode-se encontrar muito calor mesmo.

Veja também



7 comentários :

  1. Quanto seria o valor da viagem de trem nos EUA? Estou pensando em ir de Reno/Nevada para Los Angeles/California. Se der gostaria de conhecer NY tb, talvez eu faça um intercâmbio de 5 semanas ou 8 no máximo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Simone
      Você pode ver custos no site da Amtrak, empresa de trens nos EUA.
      https://www.amtrak.com/home
      Caso o objetivo da viagem seja uma rota panorâmica ou interação cultural, veja os trajetos. Se tiver tempo, pode valer a pena ir até San Francisco, e de lá pegar o trem para L.A. (Los Angeles), neste caso existe a linha Califórnia Coast Stalight, cujo trajeto tem trechos com belas vistas.

      Excluir
  2. Olá, estou pensando fazer LA - Grand Canyon de trem. Chegando em Flagstaff, como se vai ao parque nacional? Há algum lugar para deixar bagagem na estacao de Flagstaff?
    Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mari
      Já estive em Flagstaff duas vezes em minha vida e fui de trem vindo do Los Angeles. Saí ao entardecer e cheguei no alvorecer e depois voltei no trem da noite. Uma dica é pegar uma cabine leito, mas a poltrona comum é também super confortável. Da ultima vez deixei a bagagem no local onde vendiam bilhetes, ou seja, o funcionário da bilheteria da Flagstaff station guardou a bagagem. Esta última vez foi em 2013. Então, certamente você pode deixar a bagagem lá. Neste blog tem também 2 post relacionados, um sobre Flagstaff e outro sobre Sedona. Sedona é um outro local considerado místico, onde foram feitos muitos filmes de Farwest. Sedona pode também ser visitada partindo de Flagstaff. Existem vans que partem da estacão de Flagstaff na parte da manha e levam a Sedona. Mas para visitar Sedona e Grand Canyon, é preciso no mínimo ficar mais um dia/noite em Flagstaff. Vou deixar os links abaixo. No mais espero que a informação ajude, e se fizer a viagem, depois deixe um comentário aqui se puder :)
      http://www.miglioriviaggi.com.br/2015/07/flagstaf-caminho-para-o-grand-canyon-e.html
      http://www.miglioriviaggi.com.br/2015/07/sedona-cenario-de-filmes-de-bang-bang.html

      Excluir
  3. Estou planejando viajar a louisville-kentuck, saindo do Brasil e chegando em nova York. Gostaria de saber se tem rota de trem de nova York até louisville. Se tiver ficaria muito grato se me informasse a empresa, para que eu possa pesquisar preços e horários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure pela Amtrak, uma empresa de trem estatal do EUA, que possui trens circulando por todo o pais.

      Excluir

Comente, dê sua opinião !