03/01/2016

Minha Viagem Trem Milão - Zurique

Já havia lido que um dos mais belos e cenográficos trajetos de trem na Europa é de Milano para Zurich. Havia decidido visitar a Suíça alemã depois de visitar varias cidades da Itália antes de seguir depois para Paris.

Viagem entre Milão e Zurique é linda na primavera


A viagem entre Milão e Zurique é linda na primavera, onde vemos muitos verdes vales circundados por grandes montanhas de pedra com os altos cumes sempre com neve.
Vemos casas de fazendas, rios pontes, e inúmeras cachoeiras. E um trajeto que recomendo a todos, fazer de trem, se possível de primeira classe, confortavelmente e com lugar no vagão com amplas janelas. Garanto que será uma experiência inesquecível.
Se bem me lembro leva cerca de 4 horas, mas vale a pena cada minuto.
Fotos tiradas de dentro do trem na viagem de Milão para Zurique.
Minha sugestão é que, pode valer a pena comprar a passagem com boa antecedência para conseguir um bom preço promocional. No meu caso eu tinha o Eurail Pass que dava direito à mim e minha esposa de viajar sempre em primeira classe e assim o fizemos. Mas saiba que, mesmo tendo um Eurail Pass, em alguns trajetos era preciso pagar um valor para reserva nos trens de alta velocidade. Ao contrário dos trens de alta velocidade na Itália cuja taxa de reserva era razoável, em torno de 10 Euros por pessoa, neste trajeto de Milano-Zurique, o acréscimo ficou um tanto caro. Mas enfim, valeu a pena.
Stazione Centrale de Milano ou Estação Central de Mião
A viagem começa no belo edifício da Stazione Centrale de Milano, em um belíssimo edifício em estilo eclético. A construção é antiga, mas foram feitos acréscimos em partes subterrâneas e integração com o Metrô, sendo a visita à estação uma aula de arquitetura. Podemos notar como na Europa evita-se esbanjamento e destruição de grandes monumentos arquitetônicos. Ao constrário revigora-se as construções com interessantes interferências arquitetônicas unindo presente e passado. Outro interessante exemplo deste tipo de interferência arquitônica encontra-se por exemplo nas estações King Cross e Saint Pancras em Londres, sendo esta última ponto de saída e chegado do EuroStar, trem de alta velocidade que liga Londres a Paris, indo também até Bruxelas.
Rio e montanhas visto do tem no trajeto de Milão para Zurique
Durante a viagem vemos muitos vales cercados por altas montanhas com seus cumes cobertos de neve. Durante a primavera europeia quando fiz a viagem a natureza estava esplêndida.
Adicionar legenda
Verdes vales com pastos gramados e casa de fazenda são vistos durante o trajeto.
Adicionar legenda
A Suiça é um pais com inúmeros lagos e na foto acima vemos um pequeno vilarejo às margens de um lago tendo ao fundo altas montanhas com o cume parcialmente coberto de neve. Em primeiro plano na foto, vemos uma plantação de canola cujas plantas tem cor amarelada.
Adicionar legenda
Abaixo um vilarejo suiço com inúmeros casas e prédios tipo chalets, bem típicos da Suiça. Nas montanhas ingremes, sempre vemos algumas cascatas.

Adicionar legenda
Acima uma bela paisagem de lago cercado por altas montanhos rochosas e com encostas verdes. A Suiça é um pais cujo tom de cor das águas chamam atenção, muitas vezes esverdeadas, geralmente limpas e cristalinas.
Adicionar legenda
Na foto acima um típica fazenda com celeiro, tendo em primeiro plano uma plantação de canola ou colza e ao fundo cadeias de montanhas. Observe que um pouco neve está sempre presente no cume. A colza é um tipo de vegetal oleoginoso do qual se extrai inclusive óleo de cozinha. Em abril e maio de 2015, ao passar por vários países, vemos estas plantações presentes tanto na Itália, com Suíça, França e Inglaterra.
Adicionar legenda
Ao longo da viagem cenários belíssimos aparecem pela frente, como rios, cachoeiras, e também estradas de rodagem sobre viadutos entrando em túneis e passando sobre rios.
Adicionar legenda
A chegada a Suíça na Hauptbanhof, a principal estação de trem de Zurich. Esta estação é outro exemplo de convivência do antigo e do novo. O prédio centenário tem modernos acréscimos subterrâneos, na verdade um imenso shopping com inúmeras lojas, mercadinhos, padarias, restaurantes e lojas de artigos diversos onde acha-se de tudo. É desta estação que partem os trens para Berna, Lucerna  e Interlaken, mais interessantes e belas cidades da Suíça Alemã. A dica é hospedar-se perto da estação, ficando com fácil acesso ao centro histórico de Zurique e também podendo fazer passeios bate-volta à estas três cidades que citei.

Veja também sobre outra rota cênica ou com belas paisagens - Tavessia dos Andes de Santiago Chile a Mendoza na Argentina.

Veja também

2 comentários :

  1. Boa tarde,

    Poderia me dar mais informações sobre a ida de Milão para Zurique?
    Se dá pra fazer bate volta de Milão, sair de milão de manha cedo, e só passar a tarde em Zurique. Retornando à Milão começo da noite.

    Qual companhia de trem faz esse trajeto? Tem uma linha direta ou preciso parar nas estações e mudar de trem?

    Aguardo resposta e desde já agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Byanca
      Geralmente passeios do tipo bate-volta ou seja, ida e volta no mesmo dia são menos cansativos quando o trajeto entre os locais não demora mais de 1 horas e meia.
      Quando eu fiz este trajeto, eu viajei de Milão para Zurique e fiquei em Zurique alguns dias para conhecer outras cidades da Suiça Alemã, como Berna, Lucerna e Interlaken. E de lá segui para Paris, também de trem.
      Mas enfim, "tecnicamente" falando é possível ir e voltar a Zurique no mesmo dia partindo de Milão. Não seria o ideal, mas sim, dependendo da disposição é possível. Afinal os trens são confortáveis.
      A viagem sem escalas leva 4 horas, sendo o trajeto muito bonito. Se puder sugiro comprar bilhete de primeira classe que é mais espaçoso e menos lotado. Mas a classe econômica ou segunda classe também é bem confortável.
      No caso, sugiro pegar um trem bem cedo para chegar em Zurique antes ou por volta do meio dia. Mas deve-se viajar com a luz do dia para ver o belo trajeto.
      Quando você chegar na estação de trem de Zurique, ou seja, na Hauptbanhof, dentro da própria estação tem um centro de informações turísticas. Lá você pode pegar um mapa para se orientar e sair caminhando.
      A estação de trem de Zurich fica perto do Centro Histórico, e de lá você logo verá o grande rio que passa pela cidade, e suas pontes, pode caminhar facilmente pelas áreas centrais da cidade, andar pela principal rua de comércio e centro histórico indo até as margens do Lago de Zurique. Lá existe um passeio de barco que sai várias vezes ao dia. E depois de noite, então voltar para Milão, quem sabe em algum trem que saia por volta de 10 da noite.
      Devo dizer que se viajar na primavera Europeia ou Verão por exemplo os dias são mais longos, e por volta de 8 da noite ainda é dia. Então deixe para voltar mais tarde, para aproveitar a luz do dia para passear.
      Quando eu fiz a viagem eu havia comprado antes de chegar à Europa um passe da Eurail, que me dava direito de viajar por vários países e por vários dias, em primeira classe.
      No se seu caso, sugiro comprar seu bilhete pelo site da Trenitalia, ou então na Stazione Centrale de Milão, caso você viaje em alguma época onde não exista muita procura.
      Site da Trenitalia http://www.trenitalia.com/

      Se fizer a viagem, se possível, depois deixe seu comentário aqui falando sobre sua experiência !

      Espero que ajude e boa viagem :)

      Excluir

Comente, dê sua opinião !