Hospedando em New Orleans

Muitas das atrações turísticas de New Orleans ou Nova Orleans se concentram no French Quarter, CBD e cercanias como Canal Street e calçadão ou margens do Rio Mississippi. Então, na minha opinião o ideal é reservar um hotel por ali mesmo.

As atrações que estão mais distantes podem ser vistas de bonde ou se muito distantes através de excursões como é caso das Plantations Tours e Swamp Tours.
Tanto o Bairro Francês e o Central Business District (CBD) ao lado da Rua Cannal é um bairro feito em escala humana, ou seja, em distância "andável". Em outras palavras você pode fazer tudo à pé, até mesmo porque perderia a graça deixar de observar os detalhes do casario e arquitetura local.
Para visitar locais ainda dentro de Nova Orleans, como Garden District, nada mais interessante e pitoresco do que pegar o "Street Car" que para nós é o popular bonde elétrico, semelhante aos que existem em São Francisco, Lisboa e no Rio de Janeiro em Santa Teresa.
Uma boa ideia é comprar um passe de bonde para um ou dois dias.
Mapa de Nova Orleans e arredores
Mapa de Nova Orleans e arredores
Onde se hospedar

Próximo à Cannal  St, do lado do CDB em minha opinião é a melhor opção. Pode-se fazer tudo à pé.
Se você ficar em áreas próximas do Bairro Francês, próximo da Canal Street onde existem também muitos hotéis (CDB/Downtown) pode fazer tudo à pé. Eu fiquei no CBD, que é muito agradável e em 5 minutos estava no Bairro Francês, na Cannal ou pegando bonde para outro local na Av. Saint Charles. Foi uma ótima experiência e sem ficar no meio da "muvuca" turística de New Orleans ou tendo uma overdose de estereótipos de New Orleans. New Orleans é também a verdadeira New Orleans, e não somente turistas e lojas de souvenirs com cabeças de jacarés.
Fiquei em dois hotéis, 3 dias no Hilton na Saint Charles nº 333 a duas ou três quadras da Canal St e no Renaiscense da rede Mariott na Commons St nº 817.
Eu podia fazer tudo à pé, sair do hotel a 2 ou 3 quadras e ir caminhando para e por todo o French Quarter, River Walk ou calçadão do Mississippi. Peguei o bonde para fazer passeios pelas linhas Saint Charles, Canal e River Walk, sendo esta última que segue as margens do Rio Mississippi. Para fazer as Swamp Tour e Plantation Tours pode-se pegar o ônibus na esquina da Cannal com a Royal Street onde existe uma agência que agenda as excursões e o ônibus passa lá.

Dentro do French Quarter: Também interessante mas não necessário, à menos que você queira ficar cercado pela muvuca turística 24 horas por dia. Dizer que "tem" que fica no French Quarter é mito. Eu por exemplo não gostaria de ficar em um hotel na Bourbon Street pois o ambiente é muito alcoolizado e excessivamente boêmio.
Em minha opinião é mais prático ficar  no CDB próximo à Cannal e River Walk ao invés de reservas hotel no Bairro Francês em ruas mais distantes do River Walk. Voce vai estar pagando também pelo "mito" e não apenas pelo conforto real do quarto e da praticidade real da localização. Mais enfim, cada viajante tem suas próprias visões e estratégias de viagem e hospedagem.

Outras áreas: Se preferir ficar em área afastada de Downtown (Centro), ou outras áreas, será necessário usar táxi ou o bondinho.
Hilton Saint Charles Av. Nova Orelans
Eu fiquei 3 noites neste hotel que fica a 3 quadras da Cannal, local bacana e agradável.
Renaiscense da rede Mariott
E depois mais 3 noites no Renaiscense da rede Marriott, totalizando 6 noites em Nova Orleans. O hotel tem aparência discreta por fora mas tanto o Hilton como o Marriott são 4 ou 5 estrelas.
Hotel Monteleone, na Royal Street
Este hotel é um dos mais famosos de New Orleans, e fica na Royal Street, muito bem localizado no Bairro Francês. De noite tem alguma muvuca por ali, mas é um hotel super tradicional. Inúmeros famosos já estiveram lá, inclusive artistas e cantores famosos já tocaram em um salão do hotel no aureos tempos. Se quiser esbanjar, é também uma opção.
E uma dica, se não for a New Orleans em época de grandes eventos, numa época boa como a primavera ou outono não precisa reservar hotéis com excesso de antecedência.

Veja também

Comentários